Informação e Inteligência Estratégica como Vantagem Competitiva em Rede Varejista
PDF - Português

Palavras-chave

Informação
Estudos de Usuário
Inteligência Estratégica
Organização do Conhecimento
Vantagem Competitiva

Como Citar

PALETTA, F. C., & Godoy, C. J. (2014). Informação e Inteligência Estratégica como Vantagem Competitiva em Rede Varejista. Revista Inteligência Competitiva, 4(4), 17–25. https://doi.org/10.24883/IberoamericanIC.v4i4.104

Resumo

Este artigo estabelece um referencial teórico do uso da informação como agente de inteligência estratégica gerando vantagem competitiva na implantação de um Centro de Divulgação de Ofertas (CDO). São fatores importantes de implantação: a organização do conhecimento, o estudo do perfil do usuário, plano de serviços, estrutura organizacional, a identificação de problemas e propostas de soluções, além de análise dos fatores de risco. Uma rede varejista de Supermercados deve oferecer aos usuários objetivos claros quanto à sua missão, visão e valores. Estes elementos devem ser o reflexo da maneira operacional da organização e da gestão de seus processos. O usuário é aquele que utiliza de algum tipo de serviço, ou adquire alguma espécie de produto. O perfil do usuário retrata as características e os hábitos dos usuários, geralmente, tomada por meio de entrevistas, a fim de que a organização possa melhor direcionar suas atividades e seus produtos. O plano de serviços estabelece um conjunto articulado e estruturado de regras, que define os critérios e respectivas condições de aplicação, além de poder estabelecer valor agregado na prestação dos serviços. A estrutura organizacional é a forma como são divididas, organizadas e coordenadas as atividades da organização. A identificação de problemas é a primeira etapa do processo de avaliação e solução de problemas. Os fatores de riscos inerentes a operação estão relacionados à baixa demanda de produtos e o aumento do custo de armazenagem. Associado a isso está a necessidade de estabelecer estratégias que permitam melhor gerenciar o comportamento do usuário com objetivo de agregar valor ao mesmo e permitir a organização obter vantagem competitiva. 

https://doi.org/10.24883/IberoamericanIC.v4i4.104
PDF - Português

O(s) autor(es) autoriza(m) a publicação do texto na da revista;

O(s) autor(es) garantem que a contribuição é original e inédita e que não está em processo de avaliação em outra(s) revista(s);

A revista não se responsabiliza pelas opiniões, idéias e conceitos emitidos nos textos, por serem de inteira responsabilidade de seu(s) autor(es);

É reservado aos editores o direito de proceder a ajustes textuais e de adequação às normas da publicação.

Autores mantém os direitos autorais e concedem à revista o direito de primeira publicação, com o trabalho simultaneamente licenciado sob a Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.que permite o compartilhamento do trabalho com reconhecimento da autoria e publicação inicial nesta revista.

Esta licença permite que outros remixem, adaptem e criem a partir do seu trabalho para fins não comerciais, e embora os novos trabalhos tenham de lhe atribuir o devido crédito e não possam ser usados para fins comerciais, os usuários não têm de licenciar esses trabalhos derivados sob os mesmos termos.

Autores têm autorização para assumir contratos adicionais separadamente, para distribuição não-exclusiva da versão do trabalho publicada nesta revista (ex.: publicar em repositório institucional ou como capítulo de livro), com reconhecimento de autoria e publicação inicial nesta revista.

Autores têm permissão e são estimulados a publicar e distribuir seu trabalho online (ex.: em repositórios institucionais ou na sua página pessoal) a qualquer ponto antes ou durante o processo editorial, já que isso pode gerar alterações produtivas, bem como aumentar o impacto e a citação do trabalho publicado (Veja O Efeito do Acesso Livre) emhttp://opcit.eprints.org/oacitation-biblio.html

Downloads

Não há dados estatísticos.