After Sales as Foreign Customer Loyalty: A Perspective from Dealers of the Automotive Sector

Autores

  • Fernanda Lazzari Universidade de Caxias do Sul

DOI:

https://doi.org/10.24883/IberoamericanIC.v12i.2022.e0418

Palavras-chave:

After sales , Alternative market , International trade, Retention, Loyalty

Resumo

Purpose: To analyze the after sales activities to get the foreign customer loyalty, as well as its operation in international markets, in the perspective of dealers of the automotive sector.

Methodology/approach: Qualitative research of exploratory nature, through interviews with service providers from several countries.

Originality/Relevance: Considered by several companies as a market need, after sales department, if it is well organized, works as one of the most effective tools for customer loyalty.

Key findings: The results pointed after sales as a great ally of the sales department, being determinant to customer´s decision of the brand at purchasing. However, in the scope of international trade, difficulties in after sales service were noted, as well as the challenge of competing with the alternative market, highlighting the importance of managerial strategies and the construction of a solid relationship between company and client for retention and loyalty of consumers.

Theoretical/methodological contributions: This paper reveals the importance of the after sales department in the international market, customer expectations, execution difficulties, as well as analyzing elements related to customer loyalty right after purchase order placement.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

Abreu, C. B. (1996). Serviço pós-venda: a dimensão esquecida do marketing. RAE - Revista de Administração de Empresas, 36(3), 24-31.

Alvarez, F. J. S. M. (2015). Gestão estratégica de clientes - Key account management. (1a ed.). São Paulo: Saraiva.

Bardin, L. (1977). L’Analyse de contenu. Paris: Presses Universitaires de France.

Bardin, L. (2011). Análise de conteúdo. São Paulo: Edições 70.

Bednarski, C. (2022). Nova projeção do Sindipeças indica queda na produção em 2022. Autodata. Recuperado em 08 jul. 2022, de: <https://www.autodata.com.br/noticias/2022/07/05/nova-projecao-do-sindipecas-indica-queda-na-producao-em-2022/41783/>

Bortolotto, R. M. & Goebel, M. A. (2012). Plano de marketing: o caso de uma empresa de autopeças de Toledo-PR. Revista Expectativa, 8(1). https://doi.org/10.48075/revex.v8i1.5937

Carelli, F. P. L. & Lezana, A. G. R. (2019). Análise do pós-venda de uma indústria de produtos plásticos e metalúrgicos do Paraná. Anais do XXXII Congresso Internacional de Administração, Ponta Grossa, PR, Brasil.

Cruz, L. H. (2020). O impacto da consciência da marca, da credibilidade da marca, da inovação percebida e da qualidade percebida na intenção de compra de automóveis SUVs. 126. Dissertação (Mestrado Acadêmico em Administração). Programa de Pós-Graduação em Administração, Universidade de Caxias do Sul, Caxias do Sul, RS, Brasil.

Duarte, J. & Barros, A. (2006). Métodos e técnicas de pesquisa em comunicação (2a. ed. São Paulo: Atlas.

Gama, P. (2022). Peças paralelas: como não cair em cilada ao economizar no conserto do carro. Uol. Recuperado em 08 jul. 2022, de: <https://www.uol.com.br/carros/noticias/redacao/2022/02/06/pecas-paralelas-como-nao-cair-em-cilada-ao-economizar-no-conserto-do-carro.htm>

Jayme, E. N. O. (2021). Um círculo virtuoso: a relação entre lealdade e programas de fidelidade no varejo brasileiro. 125. Dissertação (Mestrado Profissional em Comportamento do Consumidor), Programa de Pós-Graduação Profissional Stricto Sensu em Comportamento do Consumidor, Escola Superior de Propaganda e Marketing, São Paulo, SP, Brasil.

Kotler, P. & Keller, K. L. (2012). Administração de marketing (14a ed.). São Paulo: Pearson Education do Brasil.

Kyei, D. A. & Bayoh, A. T. M. (2017). Innovation and customer retention in the Ghanaian telecommunication industry. International Journal of Innovation, 5(2), 171-183.

Ludovico, N. (2017). Logística internacional: um enfoque em comércio exterior (4a ed.) São Paulo: Saraiva.

Madruga, R. (2021) Gestão do relacionamento e customer experience - A revolução na experiência do cliente. São Paulo: Grupo GEN.

Malhotra, N. K. (2019). Pesquisa de marketing: uma orientação aplicada (7a ed.). Porto Alegre: Bookman.

McKinsey Center for Future Mobility. (2021). Mercado de Reposição Automotivo no Brasil. Recuperado em 08 jul. 2022, de: <https://www.sindipecas.org.br/sindinews/2021/2-EncontroIndustriaAutopecas/Mckinsey.pdf >

Neubauer Filho, A. (2013). Logística internacional e aduaneira (21a ed.) Curitiba: Instituto Federal do Paraná.

Oliveira, M. C. (2013). Efeitos da recomendação online no comportamento do consumidor: um estudo envolvendo confiança, satisfação, recomendação e intenção de compra. 191. Dissertação (Mestrado em Administração). Programa de Pós-Graduação em Administração, Universidade de São Paulo, São Paulo, SP, Brasil.

Oliver, R. L. (2010). Satisfaction: a behavioral perspective on the consumer (2a ed.). Armonk: M. E. Sharpe.

Pedrozo, S. A. (2022a). Sindipeças revisa para baixo projeção de faturamento do setor. Autodata. Recuperado em 08 jul. 2022, de <https://www.autodata.com.br/noticias/2022/05/26/sindipecas-revisa-para-baixo-projecao-de-faturamento-do-setor/39802/>

Pedrozo, S. A. (2022b). Setor de autopeças registra o melhor desempenho desde 2015. Autodata. Recuperado em 08 jul. 2022, de <https://www.autodata.com.br/noticias/2022/03/21/setor-de-autopecas-registra-o-melhor-desempenho-desde-2015/36475/>

Pereira, L. A., Liberger, P. F. & Marques, J. R. (2021). Influência do storytelling na personalidade e na lealdade à marca de destinos turísticos: um estudo experimental. Ateliê do Turismo, 5(1), 158-182.

Pontello, F. S. S., Gosling, M. S. & Macedo, S. B. (2017). Qualidade percebida, satisfação e recomendação de serviços em equipamentos odontológicos. Suma de Negócios, 8(18), 122-130.

Silva, A. M., Matte, J. & Milan, G. S. (2020). A implementação do setor de pós-vendas e sua relação com a retenção de clientes. Revista Gestão e Planejamento, 21, 317-331.

Sindipeças. Relatório da Balança Comercial de Autopeças. Recuperado em 08 de jul. 2022, de: <https://www.sindipecas.org.br/sindinews/Economia/2022/BCA_JUN22.pdf>

Sparemberger, A. (2019). Vendas: fundamentos e relacionamento com os clientes. Ijuí: Editora Unijuí.

Uchôa, M., Cordeiro, A. R., Oliveira, L. C. & Silva, E. C. C. (2021). Marketing de serviços: um estudo sobre o pós-vendas em uma empresa fabricante de equipamentos para o setor alimentício. Brazilian Journals of Business, 3(1), 324-337.

Vasconcellos, R. (2015). Análise de preços e seus impactos nos volumes de vendas e escolha das marcas em categorias de peças de reposição automotivas. 48. Dissertação (Mestrado Profissional em Administração). Programa de Mestrado Profissional em Administração, Instituto de Ensino e Pesquisa, São Paulo, SP, Brasil.

Yin, R. K. (2016). Pesquisa qualitativa do início ao fim. Porto Alegre: Penso.

Zenone, L. C. (2017). Fundamentos de marketing de relacionamento. (2a ed.). São Paulo: Grupo GEN.

Publicado

2022-12-19

Como Citar

Lazzari, F. . (2022). After Sales as Foreign Customer Loyalty: A Perspective from Dealers of the Automotive Sector. Revista Inteligência Competitiva, 12(1), e0418. https://doi.org/10.24883/IberoamericanIC.v12i.2022.e0418

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)